Páginas

23 de jan de 2013

Resenha: Quem é você, Alasca? (Quem é você de verdade?)


Editora: WMF Martins Fontes

Ano: 2010
Páginas: 229


Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras — e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez.


Miles sempre viveu numa zona de conforto, sua e apenas sua, colecionando ultimas palavras daqueles famosos que morreram, lendo apenas biografias dos mesmos famosos, apenas para saber suas famosas ultimas palavras.
 Miles cansa dessa sua zona de conforto, cansa de não ter amigos e nada para contar a ninguém e vai para o colégio interno, onde seu pai havia estudado, ele vai em busca de um "Grande Talvez", algo que faça a diferença na sua vida e lá ele encontra Chip, conhecido como Coronel, que é seu colega de quarto e logo se tornam grandes amigos. Miles conhece nesse tempo Alasca, a garota mais linda e misteriosa que ele já conheceu. Alasca é uma garota única, com um jeito único, é uma pessoa sem igual no mundo, é uma pessoa inacreditável e é o que acha que deve ser.

 Graças aos seus novos amigos Miles passa a descobrir prazeres na juventude, como o gole de uma bebida alcoólica, o primeiro cigarro, o primeiro beijo, o primeiro amor... a primeira decepção!
É difícil fazer uma resenha desse livro que é tão fantástico e instigante, um livro sem igual, que segue em uma ordem cronológica entre o Antes e o Depois de um fato que muda toda a história, que muda a vida de Miles para sempre. Não é fácil falar sobre o livro sem contar o grande mistério dele, o grande acontecimento que é como um soco no nosso estomago, que faz com que sintamos o mesmo que Miles sente: ódio, raiva, magoa, amor, afeição, carinho e medo.
O que fica é a grande pergunta: Quem é você, Alasca? Quem é realmente você? Tão rápida, tão feroz, tão forte e tão impactante que nos choca.
 Você termina a leitura e a pergunta sobre quem é Alasca fica, pra vida toda, enquanto tentamos buscar uma saída de um labirinto de dor, que Alasca conhecia tão bem.


12 comentários:

  1. A cada resenha que leio..mais curioso fico em relação a esse livro..
    Muito boa a resenha!

    ResponderExcluir
  2. Nossa que resenha profunda... já fiquei apaixonada pelo Miles e não sei pq senti um ódio tremendo pela Alasca logo de cara pela sua resenha... pelo visto o livro é daqueles que te leva a fortes e baixos.... e vc sai mais louca do que entrou rsrsrs

    Adorei a sua resenha... já tinha lido algo a respeito.. sinopse curta.. mas resenha a sua é a primeira. Não vou dizer que o conteúdo é a linha que gosto de ler em livro... mas acredito que dê para arriscar em breve xDDD

    Vou deixar uma dica de leitura... leia Ladrão de Almas da Alma Katsu... se é que vc já não leu.. e sinta quase tudo isso em dose tripla rsrsrs xDDD

    bjokas e até breve!

    Roberta Sheyler
    http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Roberta, sai mais louco do que entrei com a leitura desse livro. Alasca chega a ser irritante sim, mas tem motivos fortes pra isso.
      Tenho vontade de ler Ladrão de Almas, mas já vi várias resenhas, umas boas e outras extremamente péssimas... rs

      Bjão!

      Excluir
  3. Markos,
    Mais uma resenha muito boa, parabéns.
    Fiquei com gostinho de quero mais. Quero conhecer Alasca.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é demais, Alasca é apaixonante, intrigante e detestável ao mesmo tempo... rs

      Excluir
  4. Curti muito sua resenha,to louca pra ler esse livro !
    Depois que li ACEDE, e soube que John tinha outros livro quase pirei haha
    bjao
    modiceselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já sou mega fã dele, então, sou suspeito pra falar... rs

      Excluir
  5. Oie Markos
    Estou LOUCA para ler esse livro.Já faz muito tempo
    que quero lê-lo,e sua resenha só aumentou mais minha curiosidade.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos!!

    Jéssica R.
    Leitora Sempre
    leitorasempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Jéssica, é um dos melhores livros que já li até hoje.
      Ele é forte e ao mesmo tempo super frágil.

      Excluir