Páginas

14 de jan de 2013

Alguns Grandes Lançamentos do Mês de Janeiro

Janeiro teve alguns bons lançamentos, sim, alguns!
 A editora Halerquin lançou 15 novos livros apenas este mês, particularmente não gosto do gênero de livros da editora, não me agradam em nada.
 Três bons livros lançados você confere abaixo:



A Morte do Inimigo - Hans Keilson

Alemanha, 1930. Um jovem judeu fica fascinado por um 'inimigo' que aos poucos ascende ao poder - B., líder populista cuja propaganda política cria uma atmosfera cada vez mais ameaçadora, opressiva e profundamente antissemita. Diante da barbárie, o protagonista decide assumir uma neutralidade moral, defendendo que, até num duelo de vida ou morte, é preciso levar em conta as razões do inimigo. Assim, distancia-se cada vez mais de seu povo, enquanto se vê progressivamente absorvido pela figura carismática de um ditador.










Alfred Hitchcock e os Bastidores de Psicose - O Livro que deu Origem Hitchcock - Stephen Rebello

Psicose, de 1960, entrou para a história do cinema como uma das obras mais importantes do mestre do suspense Alfred Hitchcock. No livro, o jornalista e roteirista Stephen Rebello desvenda os bastidores da produção considerada pelo American Film Institute o melhor thriller de todos os tempos, conta a impressionante história real que inspirou o filme e revela a decisão do cineasta, após a recusa do projeto pela Paramount, de bancar ele próprio as filmagens, atraindo estrelas famosas por uma fração do cachê habitual, marca de sua obstinação artística e determinação. Leitura obrigatória para todos os amantes do cinema, Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose será publicada em 25 de janeiro e inspirou Hitchcock, filme de Sacha Gervasi protagonizado por Anthony Hopkins e Helen Mirren — que acaba de ser indicada ao Globo de Ouro e ao SAG Awards por sua atuação como Alma, esposa do famoso diretor. Com previsão para estreia nacional em 8 de fevereiro e distribuição da Fox, a produção ainda tem Scarlett Johansson como Janet Leigh, a estrela da célebre cena do chuveiro.







O Lado Bom da Vida -  Matthew Quick

Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa negando-se a aceitar revê-lo e seus amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. À medida que seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que "é melhor ser gentil que ter razão" e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico (mas competente) psiquiatra Dr. Patel e Tiffany, a irmã viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez. Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança. “Matthew Quick constrói tantas situações absurdas, permeadas por sentimentos tão verdadeiros, que é impossível não torcer por seu improvável herói.”People Magazine “É difícil não se emocionar com o destino de um homem que, apesar das muitas provações, ainda tenta acreditar na esperança e na fidelidade, enquanto trava uma batalha para recuperar sua sanidade mental.”The Wall Street Journal “Pat é adorável, e sua história de vida pouco convencional tem tudo para se tornar um best-seller.”Publishers Weekly.




3 comentários:

  1. Confesso que nao conhecia os outros. O que eu tenho mais vontade de ler é O lado bom da vida, venho vendo noticias dele antes do lançamento e to bem curiosa :3
    Ah, eu curti O Retorno kkk mas sempre acho que os livros da L.J. Smith dão sono no começo e te deixam sem dormir no final ... KKKKK eu curti meia-noite mas fiquei muito irritada com o final, confesso hasudhsa
    U mbeeijo
    Pâm
    http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu parei com a série dos vampiros. Estou lendo Diários de Stefan, estou gostando, mas o segundo foi meio chatinho.
      Enfim...

      Bjão!

      Excluir
  2. Quero muit ver O Lado Bom da Vida e o filme do hitchcock, mas agora quero ler mais ainda *--------*

    ResponderExcluir